Descubra mais sobre os sucessos da banda Viper de Cassio Audi

Desde a adolescência no bairro de Santa Cecília, os irmãos Yves Passarell e Pit Passarell, em parceria com o amigo.

Image result for Banda Viper

Desde a adolescência no bairro de Santa Cecília, os irmãos Yves Passarell e Pit Passarell, em parceria com o amigo de infância Felipe Machado, já sonhavam em montar uma banda de heavy metal. Mesmo sem contar com uma estrutura adequada e instrumentos profissionais, os amigos começaram a tocar juntos e criaram um grupo chamado Dragon. Após algumas mudanças de nome e algum tempo de estrada, os três finalmente escolherem o nome Viper e começaram a tocar em estabelecimentos maiores e com cachê.

Ao realizarem os seus primeiros shows, os três resolveram juntar boa parte do que ganhavam para investir na aquisição de instrumentos melhores e mais profissionais. Com o tempo, o grupo identificou que estava faltando o som da bateria para que o Viper ficasse completo, e assim começaram a busca por um bom baterista. Depois de algum tempo procurando, eles encontraram o baterista Cassio Audi, que foi convidado a fazer parte da banda oficialmente.

Depois de algum tempo se apresentando para públicos de pequeno e médio porte, o Viper conseguiu participar de um grande festival de talentos, em que terminou com a terceira colocação e muitos elogios. Para aproveitar a boa fase, Pit Passarell, Felipe Machado, Cassio Audi e Yves Passarell decidiram que era o momento de adicionar um novo vocalista a banda, e assim chamaram o talentoso Andre Matos para fazer parte do Viper, chegando a formação que originou o grande sucesso do grupo.

Pouco tempo após a entrada de Andre Matos na banda, o Viper conseguiu fechar contrato com uma gravadora, a Rock Brigade, o que permitiu que o grupo gravasse o seu álbum de estreia, nomeado como “Soldiers of Sunrise”. Com músicas inéditas de autoria própria, esse trabalho utilizou como inspiração os maiores ídolos da banda, como o Iron Maden e Black Sabbath, e proporcionou grande relevância para a banda no heavy metal brasileiro.

Entre os maiores sucessos, a canção “Wings of the Evil” é um dos principais destaques do álbum, tendo conquistado os fãs pelo seu instrumental contagiante, resultado das batidas emblemáticas de Cassio Audi na bateria. A repercussão do primeiro CD do Viper foi tão impressionante que a banda ultrapassou todas as expectativas e conseguiu assinar um novo contrato, dessa vez com uma gravadora ainda maior, a El Dourado.

Foi também em função do trabalho contido em “Soldiers of Sunrise” que o Viper passou a ser reconhecido internacionalmente, com fãs em diversos países da Ásia e Europa. O sucesso mais substancial foi no Japão, ao ponto do Viper ser convidado a fazer uma turnê pelo país, a qual alavancou as vendas do álbum da banda, a tornando um sucesso de vendas maior que grupos como Van Halen e Nirvana. Com essa conquista, Pit Passarell, Cassio Audi, Andre Matos, Yves Passarell e Felipe Machado se tornaram ícones do heavy metal, chamamos até mesmo como o Iron Maden do Brasil.

Durante os primeiros anos da banda, alguns dos maiores destaques do Viper foram a qualidade sonora da bateria de Cassio Audi e dos solos de guitarra de Yves Passarell, que ganharam o público e impulsionaram a banda ao sucesso.

 

This article was written by BeaC.