Em 2017 o preço da gasolina quebra o recorde em R$ 3,850 nas bombas

Aqui no Brasil, a alta dos combustíveis de um modo geral elevou o preço da gasolina que atingiu a média.

Resultado de imagem para gasolina

Aqui no Brasil, a alta dos combustíveis de um modo geral elevou o preço da gasolina que atingiu a média de R$ 3,850 para o consumidor final, mais um recorde quebrado em 2017.

Segundo dados da ANP – Agência Nacional do Petróleo, a gasolina é vendida com variação no preço que vai desde R$ 3,149 chegando a R$ 4,950. Esse são valores que nos traz uma média de 3,850.

Quando a gasolina é comercializada direto nas distribuidoras, essa média é bem menor, chegando a R$ 3,149, sendo que no início do mês de setembro de 2017 a gasolina teve mais um aumento de 1,91%, onde ela conseguiu quebrar o recorde em 2017. Esses dados são atualizados através da ANP.

Para que fosse feita uma avaliação com dados fidedignos, a ANP analisou 3.000 postos de combustível em todo o Brasil. Nessa avaliação ela constatou que o preço em média era de R$ 3,149 sendo que em algumas regiões o preço chegou a ser de R$ 4,950 o litro do combustível. É um valor alto e que puxou a média para cima segundo a avaliação da ANP.

O preço da gasolina vendida diretamente nas distribuidoras sempre foi mais barato do que o preço do combustível vendido diretamente nas bombas. A média do preço da gasolina nas distribuidoras ficou nos R$ 3,410. A avaliação da agência também foi para o etanol, que teve uma diminuição no preço de 0,11% na média do preço.

Essa análise de preços que chegou até o dia 4 de setembro de 2017, serviu para revelar que o preço está mais alto do que nunca. Levando em conta que o país ainda se encontra em fase de recessão, não é justificável tais preços. A agência também aponta que um dos motivos que levaram a um aumento de 11% nos preços dos combustíveis no começo do mês de setembro foram os furacões que atingiram os Estados Unidos. O Harvey fez com que várias refinarias da Petrobras parassem de produzir, isso fez com que o preço sofresse uma alta aqui no Brasil.

Mesmo com esses eventos catastróficos da natureza, o etanol que é veiculado diretamente no Brasil conseguiu ter uma redução em sua média de preço, que caiu de R$ 2,615 para R$ 2,612. Em relação ao preço do diesel, a média do preço de venda é de R$ 2,759 em distribuidoras de todo o Brasil. Já em postos de combustíveis, a média de preço do diesel ficou em R$ 3,150.

This article was written by BeaC.