Equipe de cientistas determina massa de estrela utilizado a Teoria da Relatividade Geral

Um grupo de astrônomos norte-americanos conseguiu realizar um antigo sonho do físico alemão Albert Einstein: calcular a massa de uma.

Um grupo de astrônomos norte-americanos conseguiu realizar um antigo sonho do físico alemão Albert Einstein: calcular a massa de uma estrela utilizando a Teoria da Relatividade. A façanha foi realizada com ajuda do telescópio espacial Hubble. Os cientistas do Instituto de Ciência do Telescópio Espacial, que pertence à Nasa (Agência Espacial dos Estados Unidos), efetuaram o cálculo da massa de uma estrela anã branca a partir da medida da luz, oriunda de uma estrela localizada por trás dela, que a própria anã branca conseguiu desviar – este fenômeno havia sido descrito por Einstein ainda no século passado.

Os resultados da pesquisa foram apresentados em julho, durante o encontro da Sociedade Astronômica Americana, na cidade de Austin, no Texas. Em sua 230ª edição, a conferência reúne universidades e centros de pesquisa dos Estados Unidos que anunciam suas descobertas mais recentes. Conforme explicou o indiano Kailash Sahu, líder da pesquisa, em coletiva de imprensa: “Esta técnica abre uma nova janela sobre um novo método para determinar a massa de uma estrela, um dado muito importante para saber, por exemplo, os anos de vida que lhe restam”.

O time de coordenado por Sahu analisou o sistema estelar Stein 2051B, que encontra-se a 17 anos-luz da Terra e possui diversas anãs brancas, ao cruzar o caminho de uma estrela. Ao se alinharem, a gravidade das anãs brancas deslocou a luz da estrela principal por volta de 2 milésimos de segundo – variação tão pequena que pode ser equiparada a assistir uma formiga caminhar a uma distância de 2.400 quilômetros. Tal registro é tão pequeno que somente o telescópio Hubble poderia medi-lo.

Segundo Sahu, o método utilizado (microlente) garante uma forma direta e independente para calcular a massa de uma estrela. De acordo com a medição do desvio, os especialistas determinaram que a massa da estrela anã corresponde a cerca de 68% da massa do sol – resultado que se iguala às previsões teóricas. Para Sahu, o estudo representa uma nova maneira para mediar as massas das estrelas. O astrônomo indiano conclui: “Esses dados proporcionam uma estimativa sólida da massa da estrela anã branca e as percepções de rendimento nas teorias de sua estrutura e composição”.

Einstein e a Relatividade Geral

Concebida em 1915, por Albert Einstein, a Teoria da Relatividade Geral detalha como os corpos celestes deformam o espaço – e como esse efeito é sentido por nós, sob o nome de gravidade. A teoria foi averiguada experimentalmente em 1919, por Sir Arthur Eddington, astrônomo britânico, e sua equipe, quando analisou o desvio da imagem de uma estrela colocada em plano de fundo, acarretado pela gravidade do Sol, durante um eclipse solar. O efeito foi denominado microlente gravitacional.

This article was written by BeaC.