iPhone X tem carregamento sem fio, tecnologia já usada por outras empresas

Um dos problemas mais frequentes para os usuários da marca Apple é o carregador, pensando nisso, a empresa desenvolveu uma.

Um dos problemas mais frequentes para os usuários da marca Apple é o carregador, pensando nisso, a empresa desenvolveu uma solução para eliminar esse inconveniente no momento de carregar o smartphone.

A tecnologia do carregamento de celular sem fio não foi aplicada primeiramente no iPhone X, já existiam smartphones de outras empresas que possuem esse recurso como Samsung, Nokia e LG. O destaque dessa tecnologia veio com o lançamento do iPhone X, o aparelho móvel mais sofisticado da Apple.

O fenômeno de física utilizado para o carregamento sem fio é chamado de indução magnética. De uma maneira mais prática a base para carrega converte a corrente elétrica da tomada em um campo magnético, ele é formado por ondas eletromagnéticas, responsável pela recarga da bateria.

O professor de engenharia de computação do Instituto Mauá de Tecnologia, João Carlos Fernandes, explica: “Se parece bastante com o sinal da TV ou o que faz o celular funcionar. A rede não utiliza fio. Ao invés de enviar imagens ou dados, a energia que é enviada faz a carga”.

Os dispositivos que são recarregados estão na mesma frequência que a base de carga. Caso a frequência não seja a mesma, a recarga da bateria não pode ser feita de forma satisfatória. Cada celular carregado sem o uso de fio, possui uma configuração própria de fábrica para estar na mesma frequência do carregador.

As vantagens desse recurso são a maior segurança e praticidade, mas na contramão desses benefícios está o preço, pois a tecnologia ainda não é aplicada frequentemente nos aparelhos.

A base do carregador pode permanecer o dia todo na tomada e algumas são capazes de identificar quando precisam utilizar mais energia no momento do carregamento de um aparelho, ou então parar de funcionar caso não haja necessidade de carregamento.

O campo magnético que é gerado para carregar o aparelho não faz nenhum mal à saúde. A frequência do carregamento tem um nível tão reduzido que não existem probabilidades de causar problemas. Qualquer crença de que essa tecnologia possa causar danos à integridade física não tem nenhum fundamento concreto.

 

This article was written by BeaC.