Jalapão mesmo com difícil acesso atrai turistas

No Jalapão o cenário é deslumbrante, as formações das dunas que estão lugar só é possível ali, em geral elas.

No Jalapão o cenário é deslumbrante, as formações das dunas que estão lugar só é possível ali, em geral elas somente podem vistas no litoral ou no deserto e não no meio do cerrado. As cachoeiras com poços de água verde-esmeralda têm várias nascentes de riachos cristalinos. São 34 mil quilômetros quadrados que fazem parte da região.

As dunas que possuem 40 metros de erosão estão bem no meio do verde do cerrado, uma cena incomum e deslumbrante. A formação se deu por meio da erosão permanente da Serra do Espírito Santo, um caminho de 8 quilômetros dá para o mirante no topo. De acordo com geógrafa de Tocantis, Maria Antônia Valadares, a serra hoje existente tem os seus dias contados e isso pode ser visto através da duna.

Existe um lago com águas transparentes na região conhecido como Fervedouro, o cartão-postal do Jalapão, atrai pessoas que gostam de ter um contato com a natureza e aproveitar a beleza de cenários tão bonitos quanto esse. Pelo Jalapão são várias e abundantes nascentes que se fazem presente brotando do solo arenoso, originando rios e muitas quedas-d’água. No lago, o visitante poderá receber uma espécie de hidromassagem natural, devido a um nascente subterrânea e águas de que saem do solo com muita pressão.

Estima-se que 40% do território correspondente ao Jalapão esteja sob proteção, existe um cuidado com a preservação natural da atração. De acordo com João Miranda, gerente do Parque Estadual do Jalapão, por ser um local distante se pode pensar que não existem leis que protegem a natureza local, mas boa parte do local do cerrado tem áreas consideradas protegidas. Para observar as dunas o horário limite é de 17h30, quando ainda é possível apreciar o entardecer com o pôr do sol. À noite ninguém pode permanecer.

Não são muitos os visitantes que demonstraram interesse para um visita, até hoje somente 15 mil estiveram no local. O acesso não é o mais confortável, principalmente quem espera asfalto e sinalização, no Jalapão nada disso existe. As estradas de terras são trabalhosas até para carros 4X4, e não são muitas as opções de hospedagem que estão nas cidades de Ponte Alta e Mateiros, é necessária muita vontade para encarar o caminho para a aventura.

 

This article was written by BeaC.