Jovem teve que caminhar por 2 dias depois de sofrer acidente de carro no deserto australiano

  Um rapaz de 21 anos sofreu um acidente de carro no coração do deserto australiano. Ele conseguiu sair dessa.

 

Um rapaz de 21 anos sofreu um acidente de carro no coração do deserto australiano. Ele conseguiu sair dessa com vida após caminhar aproximadamente 140 km procurando por ajuda. De acordo com os seus relatos a polícia, isso ocorreu numa quarta-feira (30), Thomas Mason estava dirigindo quando subitamente surgiu um bando de camelo em seu caminho, ao tentar desviar ele capotou com o carro, Thomas felizmente não chegou a ter ferimentos, mas estava pelo menos 150 km de alguma cidade Australiana.

O rapaz caminhou por 2 dias e ficou todo esse tempo sem se alimentar, teve que beber a própria urina para tentar amenizar a sede. A noite ele se guiava apenas com uma tocha. O rapaz foi encontrado por um grupo de busca na sexta-feira seguinte, depois de quase 140 quilômetros de peregrinação.

“Eu sabia que ou eu ficaria por lá e morreria ou então iria para a estrada e veria alguém. Fiquei pensando quando tempo ia demorar até que alguém percebesse que eu não estava chegando. Umas três ou quatro vezes naquela estrada suja que eu me preparei para desistir completamente. Não conseguia imaginar mais uma noite na estrada sem resgate. Tenho sorte de ter sido resgatado”, Parte do depoimento do Thomas ao jornal australiano “Nine News”.

Mason tinha avisado aos pais que a rota que ele faria, não iria ter sinal de celular, por isso ficaria incomunicável por 1 dia ou mais. Esse fato o fez quase perder as esperanças, pois acreditava que ninguém o procuraria. No entanto, os seus pais, Gary e Debbie Mason, notaram sua ausência de comunicação que já passava 24 horas e também o fato dele ter perdido o voo para sua cidade natal, assim notificaram as autoridades.

O que efetivamente salvou a vida do rapaz, depois de 60 horas, foi ele ter conseguido encontrar a estrada principal, e nela ser localizado. Thomas relatou que teve sorte por encontrar um tanque de agua e uma garrafa na beira da estrada, mas isso não evitou que ele precisasse ingerir a própria urina quando essas reservas acabaram. Ele estava viajando, saindo de um trabalho realizado no Sul da Austrália, a caminho de Alice Springs, que situasse na direção oposta.

This article was written by BeaC.